BLOG

Porque em geral a qualidade dos serviços prestados não é bem avaliada?

Começamos identificando algumas características que diferenciam um serviço de um produto, mas então, o que é um serviço?

Esse é um e-book, que foi transformado em artigo para facilitar a leitura direta. Tem profundidade no tema, aproveitem a leitura, é parte integrante do meu livro. 

Atender é uma arte que envolve desenvoltura pessoal, autoconfiança, autocontrole, conhecimento, comprometimento e foco em resultados. A falta de um desses elementos pode comprometer a relação com seu cliente e consequentemente impedir o fechamento de um negócio ou o atingimento de uma meta.

Gustavo Boyde LogMeIn Cr dito Marco Pinto textoVocê acredita que o atendimento ao cliente acabou? O que podemos afirmar é que aquele atendimento que conhecíamos não existe mais e dá lugar para a experiência do cliente. Já há algum tempo as marcas sabem que precisam pensar na experiência do cliente, mas em 2018 vamos começar a ver os efeitos sobre as empresas que não agiram em relação a isso.

Opções de canais de engajamento vão aumentar

A Amazon tem gerado modificações profundas em vários setores por meio de um foco intenso em modelos de negócios disruptivos e crescimento sustentado.  No entanto, um foco concertado na experiência e na fidelização de clientes – assim como faz o modelo da Apple – pode ser um caminho melhor para alcançar a rentabilidade a longo prazo.  As empresas têm a chance de colocar os clientes acima de tudo e se diferenciarem mediante relacionamentos melhores e mais personalizados.  Dessa forma, os negócios podem gerar mais valor para os clientes e podem desenvolver relacionamentos mais duradouros com esse público que vai se aprimorar ao longo do tempo.

Atualmente, a informática é ferramenta utilizada de forma a agilizar a informação nas mais diversas áreas de atuação. Na área de saúde, o crescimento cada vez mais rápido da quantidade de dados processados e armazenados vem demandando profissionais com conhecimentos multidisciplinares, com ênfase na utilização eficiente de ferramentas de TI, ferramentas estas cada vez mais incorporadas aos serviços de saúde [1].

Você já parou para pensar porque vários produtos ou serviços possuem mortalidade precoce?

Vemos no dia a dia, empresas que criam produtos ou serviços que não atendem as necessidades dos usuários, isto acontece com mais freqüência do que você imagina. E porque isso acontece? Na grande maioria das organizações, os produtos ou serviços são desenvolvidos da organização para o mercado, sem, entretanto, entender o que aquele produto ou serviço irá agregar de valor ao principal consumidor, ou seja, qual é a necessidade do usuário, o que realmente ele precisa, qual é o problema que ele quer resolver para melhorar a sua vida, tornar mais simples e fácil o seu uso. Por isso que algumas empresas começaram a se preocupar com o resultado da “experiência” do usuário para desenvolver produtos e serviços, entendendo o que ele “busca” e o que ele percebe como valor agregado.